O que é e como funciona uma Impressora 3D?

As impressoras 3D são uma nova geração de máquinas que podem fazer muito. Diferentes tipos de objetos podem ser produzidos a partir de diferentes materiais no mesmo equipamento.
Essas impressoras podem fazer qualquer coisa, desde canecas de cerâmica até brinquedos de plástico, protótipos e, em um futuro próximo, órgãos humanos. Assim, eles podem substituir a linha de produção tradicional por uma máquina.

Impressora 3D: veja seis modelos para comprar no Brasil | Qual Comprar? | TechTudo
Como funcionam as impressoras 3D?
O primeiro passo é desenhar o objeto 3D no computador. A impressão 3D é uma técnica de manufatura aditiva que cria modelos tridimensionais adicionando camadas de substâncias. Na verdade, o processo pode ser comparado a fazer pão fatiado de cabeça para baixo. A ideia é preparar cada fatia e juntá-las. O processo é um pouco como fazer pão fatiado, mas ao contrário.
O processo de impressão 3D converte todo o objeto em milhares de pequenas fatias, que são então concluídas fatia por fatia de baixo para cima. Essas pequenas camadas se juntam para formar um objeto sólido. Cada camada pode ser um tanto quanto complexa, o que significa que as impressoras 3D podem criar peças móveis como dobradiças e rodas como parte do mesmo objeto. Uma bicicleta inteira pode sem impressa, como guidão, quadro, selim, pedais, rodas, freios etc. e montá-la sem o auxílio de nenhuma ferramenta, basta somente deixar os acessórios no lugar certo.
Tipos de impressão 3D
Como as impressoras 3D têm recursos diferentes, isso pode ser devido a diferentes formas de impressão. Existem muitas tecnologias em uso, e ainda mais em desenvolvimento, mas as que mais se destacam são:

  • Estereolitografia (SLA e DLP)

A tecnologia foi criada por Chuck Hull, o criador da impressão 3D. Esta tecnologia bem estabelecida utiliza um laser em resina líquida (material impresso). Usando esta técnica, a peça geralmente requer algum processamento pós-impressão – remoção mecânica ou química de resíduos. A qualidade do produto vale o investimento e é perfeito para quem busca custo-benefício.

  • Fabricado com fio fundido (FDM ou FFF)

Esta é a técnica mais popular devido ao seu baixo custo e facilidade de armazenamento e uso. Porém, não permite muitos detalhes na peça, e em alguns casos pode exigir o suporte da peça. O nome vem do material que a impressora usa, um filamento de plástico que precisa ser derretido para fazer objetos.

  • Sinterização Seletiva a Laser (SLS)

Uma grande vantagem dessa tecnologia é que diferentes materiais, como o nylon, podem ser usados. Isso é possível porque o dispositivo funde pequenas partículas em pequenas partículas de material em pó, formando as camadas da peça. Obviamente, o custo do material dessa possibilidade é alto, o que é compensado pela resistência de alta qualidade do objeto.

  • Sinterização Direta a Laser de Metal (DMLS)

Tais dispositivos usam metal como matéria-prima, portanto, um laser precisa ser capaz de fundir partículas desse material para formar camadas de peças. O principal benefício dessa abordagem é a capacidade de gerar objetos de alta complexidade, o que os modelos tradicionais não conseguem. No entanto, o custo é muito alto.

  • Polyjet

Essa tecnologia é semelhante à utilizada em impressoras jato de tinta, semelhante à tecnologia Polyjet que utiliza uma camada de fotopolímero líquido na bandeja de montagem. qual é o benefício? Além de acabamentos de alta qualidade, a mesma peça também pode ser impressa em diferentes cores e texturas. Claro, tudo isso teve um preço alto.
Para que servem as impressoras 3D?

Atualmente, as impressoras 3D são mais poderosas e podem ser usadas para tudo, desde impressão doméstica até suprimentos médicos. Os benefícios não param por aí porque:

  • Não requer moldes, pode produzir formas impossíveis ou muito caras em outras formas de produção;
  • A impressão de pequenas tiragens é mais rápida e mais barata;
  • Os desenvolvedores de produtos podem prototipar usando materiais com diferentes propriedades mecânicas e físicas.

Cada tipo de impressora atende a uma necessidade e utiliza materiais diferentes na fabricação de seus produtos, ou seja, na sua impressão! Além disso, as possibilidades são infinitas e, com o rápido desenvolvimento da tecnologia, há uma tendência de uso cada vez maior dessa tecnologia.